Quem tem Messi, tem tudo!


| Por Igor Túllio 

Camisa 10 salva um ponto importante na briga pelo título contra o Valencia

Voltando as atenções para o campeonato espanhol depois de conseguir virar o duelo na copa e já sabendo do confronto na semi contra o Real (próximo jogo, no dia 6 de fevereiro às 18 horas); o Barça recebeu o Valencia pela 22ª rodada buscando se distanciar dos concorrentes ao título.


O time valenciano soube jogar com o que tinha, ou seja, com os poucos espaços, com o Barcelona em cima e em contra-ataques; e abriu o placar em um lance que teve na sua origem uma polêmica por parte da arbitragem: em um dos seus contra-ataques, Rodrigo deixa Gameiro na cara do gol e ele bate forte para ganhar de Ter Stegen (o goleiro já tinha salvado um gol em uma grande defesa no início do jogo), mas no começo do lance do gol Messi foi derrubado na entrada da área adversário e o juiz mandou seguir. O 2 a 0 vem em um pênalti cometido por Sergi Roberto (que jogou o primeiro tempo na lateral esquerda com Semedo na sua posição habitual) que Parejo bate bem e converte.

Ainda no primeiro tempo, em outra jogada polêmica, Semedo é derrubado na área e é marcado pênalti para o Barça. Se o juiz não marca o pênalti, Messi tinha feito um golaço no decorrer do lance; mas ele mesmo converteu a penalidade e diminuiu a vantagem. Minutos depois Messi enfia uma grande bola para Sergi Roberto, ele entra na área e acerta a trave. No fim da etapa ainda ocorreu um lance incrível, Rakitic faz um maravilhoso lançamento para Léo, livre na pequena área, que bate de primeira mas o bola vai para cima do gol.

Com o revém no intervalo, Valverde volta para o segundo tempo com uma alteração cruciais: Alba, que estava no banco, entra no lugar de Semedo e Sergi Roberto volta para a sua lateral. Parece que para o time jogar bem precisamos de Jordi Alba, ele sabe como ninguém apoiar pelo lado esquerdo, sem falar no seu entrosamento com Messi. Aleña fez de novo um bom jogo (saiu no segundo tempo para a entrada de Arthur) e Rakitic parece estar na sua melhor forma tecnicamente.

Já no segundo tempo, depois de 15 minutos de ataques incisivos do time catalão, aos 18 Messi faz seu segundo no jogo (21 no espanhol) e garante o empate. Depois não conseguimos criar nada realmente importante para virar o jogo e assim conseguimos sair de campo com mais um ponto. Agora é torcer para os adversários diretos não se saírem bem na rodada e pensar no Real pela copa.