Folha salarial do atual elenco blaugrana após as renovações recentes


| Por Lui Chaves 

Com as renovações de contrato recentes, a folha salarial do Barça sofreu com uma alta considerável. Os salários de Lionel Messi, Sergi Roberto, Gerard Piqué e Andrés Iniesta foram reajustados, e fizeram com que as despesas salariais com o elenco do futebol aumentassem em 22%; de €147,2 milhões, pra 179,5 milhões de euros.

Na tabela abaixo confira em detalhes os ganhos brutos e líquidos de cada um dos 22 jogadores do elenco principal do maior clube do Mundo:
FOLHA SALARIAL DO ELENCO ATUAL
JOGADOR
ANUAL (Bruto)
LIQUIDO
MENSAL (Bruto)
LIQUIDO
Ter Stegen
 €        4.800.000,00
 €        3.600.000,00
 €             400.000,00
 €         300.000,00
Cillessen
 €        2.100.000,00
 €        1.575.000,00
 €             175.000,00
 €         131.250,00
Gerard Piqué
 €        7.000.000,00
 €        5.250.000,00
 €             583.333,33
 €         437.500,00
Samuel Umtiti
 €        2.800.000,00
 €        2.100.000,00
 €             233.333,33
 €         175.000,00
Vermaelen
 €        3.600.000,00
 €        2.700.000,00
 €             300.000,00
 €         225.000,00
Yerry Mina
 €        3.700.000,00
 €        2.775.000,00
 €             308.333,33
 €         231.250,00
Jordi Alba
 €        6.000.000,00
 €        4.500.000,00
 €             500.000,00
 €         375.000,00
Lucas Digne
 €        2.100.000,00
 €        1.575.000,00
 €             175.000,00
 €         131.250,00
Sergi Roberto
 €        2.800.000,00
 €        2.100.000,00
 €             233.333,33
 €         175.000,00
Nelson Semedo
 €        2.000.000,00
 €        1.500.000,00
 €             166.666,67
 €         125.000,00
Paulinho
 €        4.800.000,00
 €        3.600.000,00
 €             400.000,00
 €         300.000,00
Busquets
 €     14.000.000,00
 €     10.500.000,00
 €          1.166.666,67
 €         875.000,00
Rakitic
 €        8.000.000,00
 €        6.000.000,00
 €             666.666,67
 €         500.000,00
Denis Suárez
 €        1.000.000,00
 €           750.000,00
 €                83.333,33
 €           62.500,00
Andrés Iniesta
 €     14.000.000,00
 €     10.500.000,00
 €          1.166.666,67
 €         875.000,00
André Gomes
 €        4.100.000,00
 €        3.075.000,00
 €             341.666,67
 €         256.250,00
Philippe Coutinho
 €     21.000.000,00
 €     15.750.000,00
 €          1.750.000,00
 €     1.312.500,00
Lionel Messi
 €     40.000.000,00
 €     30.000.000,00
 €          3.333.333,33
 €     2.500.000,00
Ousmane Dembélé
 €     12.000.000,00
 €        9.000.000,00
 €          1.000.000,00
 €         750.000,00
Luís Suárez
 €     17.800.000,00
 €     13.350.000,00
 €          1.483.333,33
 €     1.112.500,00
Paco Alcácer
 €        3.700.000,00
 €        2.775.000,00
 €             308.333,33
 €         231.250,00
Aleix Vidal
 €        2.000.000,00
 €        1.500.000,00
 €             166.666,67
 €         125.000,00
TOTAL DE SALÁRIOS
total bruto anual
Liquido
total bruto mensal
Liquido
ELENCO 17/18
 €   179.300.000,00
 €   134.475.000,00
 €       14.941.666,67
 €   11.206.250,00

Lionel Messi segue soberano como jogador mais bem pago do elenco, e não há como ser diferente. Em sua última atualização de vínculo, o salário do argentino subiu de 21,1 milhões anuais, pra exorbitantes 40 milhões de euros por temporada. Destaque também para o alto salário de Philippe Coutinho (€21 milhões), que é também o jogador mais caro da história do clube. Teremos também uma baixa significativa a partir de julho com saída de Don Andrés Iniesta, que se por um lado deixará um imenso vazio no coração de todos os culés, por outro, aliviará em €14 milhões os saldos anuais da instituição (quase €2 milhões por mês). Denis Suárez segue com o mesmo salário desde que chegou ao clube (€1 milhão), sendo ele o dono dos mais “baixos” rendimentos da equipe profissional.


Aguardaremos agora a próxima temporada, com a esperança de que ‘lá masia’ volte a nos brindar com grandes talentos. Que os custos com contratações e salários sejam mais baixos e que o desempenho europeu volte a ser do tamanho dessa fantástica instituição. Visca el Barça!