Remontada no derby catalão



| Por Diogo Braga

FC Barcelona venceu o RCD Espanyol por 2-0 na 2ª mão da Copa do Rei e segue para as semi-finais da competição, num jogo que fica marcado pela estreia da mais cara contratação da história do clube catalão, Philippe Coutinho.

O FC Barcelona teria hoje a complicada missão de virar uma eliminatória na qual estava em desvantagem, depois da derrota por 1-0 na 1ª mão. Ernesto Valverde surpreendeu ao incluir Aleix Vidal no meio campo a quatro dos blaugrana, onde este atuou pela extrema direita, jogando Sergi Roberto nas suas costas como lateral.

Esta aposta do técnico não demoraria muito tempo a confirmar-se como acertada, quando aos 9 minutos de jogo, o ex-Sevilla recebeu um passe de Leo Messi na direita e fez um cruzamento milimétrico para a cabeça de Luís Suárez, que apareceu no coração da área para fazer o primeiro para os Culés.

Logo de seguida, no minuto 10, o Espanyol respondeu com um remate de Granero, mas este foi à figura de Cillessen.

Ao minuto 25, Messi perdeu a bola no ataque, mas recuperou-a logo de seguida, onde rematou à entrada da área para fazer o 2-0 para a equipa de Camp Nou, sendo a bola ainda desviada por Naldo.

Três minutos depois, numa ótima combinação entre Sergi Roberto e Luís Suárez, algo que já tem vindo ser habitual, o uruguaio não conseguiu acertar no esférico quando bastava um simples toque para enviar a bola para o fundo da baliza de Pau López.

Se Suárez e Sergi Roberto combinam bem, quem combina ainda melhor é a dupla Messi/Alba, que, ao minuto 34, numa típica combinação entre ambos, o argentino rematou ligeiramente ao lado.
Na segunda parte, o técnico do Espanyol, Quique Sanchéz Flores, lançou Léo Baptistão para o lugar de Sérgi Darder, de modo a dar mais velocidade ao ataque e pressionar a defesa blaugrana. A primeira grande oportunidade desta segunda metade foi causa por Leo Messi, ao minuto 55, onde à entrada da área rematou junto ao poste, para defesa de Pau Lopez.

O relógio contava o minuto 68, quando se deu o grande momento do jogo, a entrada e estreia do “Little Magician”, o mais caro reforço do FC Barcelona, Philippe Coutinho, para o lugar do capitão, Andrés Iniesta. O jogador da base do Vasco da Gama entrou com muita vontade e não demorou muito a demostrar porque fez o clube Culé a investir 160 milhões de euros na sua contratação, onde ao minuto 75 assistiu Suárez a partir da esquerda, onde Pau Lopez defenderia o remate do uruguaio e na recarda, Rakitic voltaria a encontrar o guardião do Espanyol pela frente. O ex-Liverpool veio decidido a mostrar serviço, e três minutos depois, numa combinação com Luís Suárez (parece que não perderam o entendimento criado nos tempos de Anfield), onde o uruguaio rematou ao lado.

O Espanyol nos últimos dez minutos começou a causar maior perigo, onde num contra-ataque, ao minuto 80, Gerard Moreno cai na área numa disputa com Jordi Alba, com o arbitro, António Mateu Lahóz, a deixar seguir. O FC Barcelona tentava ao máximo pausar o jogo, mas ao minuto 88, um excelente cruzamento da direita de Rakitic em direção à cabeça de Messi, onde este cabeceou em cheio no poste.

A equipa de Valverde controlou sempre o jogo, onde teve, mais uma vez Leo Messi como principal destaque neste jogo. Iniesta e Coutinho também mostraram excelentes pormenores no decorrer da partida. Rakitic e Busquets sempre muito competentes no trabalho tático da equipa e Alba e Sergi Roberto dando sempre muito apoio em ambos os corredores. Nota de destaque ainda para Aleix Vidal, que ao minuto 63 foi substituído por Paulinho, e o espanhol a mostrar-se emocionado na hora da substituição. Um sinal de uma saída iminente?

Classificado para as semifinais, o Barça poderá enfrentar o Sevilla, Valencia ou Leganes. Sorteio acontece nesta sexta-feira (26).