Histórico! Em partida inacreditável, Barcelona consegue a remontada e tem classificação heroica


| Por Renato Kubaszewski
Em atuação brilhante e histórica, depois de fazer 3 a 0 e sofrer um gol, o Barça precisou marcar mais três vezes e, quando tudo parecia impossível, superou o PSG fazendo 6 a 1

Nesta quarta-feira (08), às 16h45, o Barcelona recebeu o PSG no Camp Nou pelo jogo de volta das oitavas de finais da Champions League. Depois de sofrer 4 a 0 em Paris, o Barça precisava de uma partida impecável para reverter o placar e se classificar para as quartas de finais. Só um milagre poderia salvar o Barcelona. E o milagre aconteceu. Abrindo o placar com Suárez logo aos 3min, depois com um gol contra de Kurzawa e Messi, o time de Luis Enrique abriu 3 a 0 e fez todos acreditarem que era possível uma remontada.

Depois de abrir o 3 a 0, Cavani descontou para o PSG e jogou um balde de água fria nos culés. Quando tudo parecia mais impossível do que antes, Neymar marcou duas vezes, primeiro de falta e depois de pênalti. Com o placar de 5 a 1 e faltando 5min de acréscimos para o fim, Sergi Roberto marcou o gol da classificação, fechando o placar em 6 a 1 para o Barcelona. Cravando o time catalão nas quartas de finais de UEFA Champions Leagu.

Em ritmo eletrizante e dominando o PSG, Barcelona faz 2 a 0 antes do intervalo

Com um início bastante ofensivo, não demorou muito e o Barcelona abriu o placar no Camp Nou. Logo aos 3min, depois da bola sobrar por cima e o goleiro Trapp não alcançar ela, Suárez desviou para trás e colocou dentro do gol. Era o 1 a 0 que o Barça precisava para ganhar confiança no jogo.
O Barcelona pouco a pouco ia engolindo o PSG e dominando em todos os setores. Com exceção do goleiro Stegen, o time catalão jogou o primeiro tempo todo com todos os jogadores de linha no campo de ataque. Criando chances e trocando muitos passes, parecia estar perto do segundo gol.

O segundo gol demorou um pouco, mas saiu ainda antes do intervalo. Aos 40min do primeiro tempo, Marquinhos deu bobeira dentro da área, Iniesta aproveitou para tocar de calcanhar para o meio e Kurzawa afastou mal, colocando dentro do próprio patrimônio. Era o 2 a 0 que o Barça levava para o intervalo com uma ótima primeira etapa.

Cavani quase acaba com o sonho e Barça consegue a vaga no último minuto

Da mesma forma que o primeiro tempo, o Barcelona começou atacando e logo nos primeiros minutos conseguiu abrir 3 a 0. Aos 3min da segunda etapa, Meunier escorrega e acaba derrubando Neymar dentro da área, pênalti para o Barcelona. Messi se encarregou da cobrança e, com chute forte, não deu chances para o goleiro Trapp. 3 a 0 para o Barça, cada vez mais perto do que parecia ser impossível.
Depois de sofrer 3 a 0, o PSG tentou se acordar na partida e assustou Stegen com uma bola na trave de Cavani. Os franceses tentavam descontar para obrigar o Barcelona a precisar de mais três gols para se classificar.

Aos 17min o PSG deu um balde de água fria na equipe blaugrana. Logo no melhor momento do Barcelona na partida, precisando de um gol para a prorrogação e faltando 30min de jogo, o Barcelona sofreu o gol que não podia sofrer. Depois de lançamento na área, Kurzawa escorou de cabeça e Cavani estufou as redes do goleiro Stegen, descontando para o PSG.

Precisando de 4 a 0 para forçar a prorrogação e 5 a 0 para conseguir a vaga direta, o Barcelona que havia marcado o 3 a 0 tomou um banho de água fria e se abateu no jogo. Iniesta e Rafinhas saíram para as entradas de Sergi Roberto e André Gomes e o PSG cresceu e quase balançou as redes pela segunda vez.

A equipe do Barça tentava criar, mas com o nervosismo depois do gol sofrido as jogadas não saíam como antes. Já faltavam 5min para terminar a partida e o placar se mantinha em 3 a 1. O Barça estava praticamente eliminado e parecia não ter mais forças.

Aos 43min, Neymar sofreu falta na ponta da grande área. O próprio brasileiro cobrou e acertou um lindo chute no ângulo, marcando 4 a 1 para o Barcelona. Ainda faltam dois gols para a classificação e pouquíssimo tempo de jogo.

Aos 46min, depois de bola lançada na área, Suárez foi puxado e caiu. O árbitro marcou pênalti para o Barcelona. Neymar pediu para cobrar e acertou o canto esquerdo do goleiro Trapp, que se atirou para o outro lado. Era o quinto gol do Barcelona, que só ficava a um gol da classificação e ia com tudo por uma última bola no ataque.

Depois de estourar o tempo regulamentar, o árbitro assinalou 5min de acréscimos. O Barcelona voltou a pressionar o PSG e tudo que já parecia impossível, mais uma vez voltou a ser possível. Stegen também se mandou para o ataque e o Barcelona atacava com todos os seus 11 jogadores.
No último minuto de jogo, nos últimos segundos, na última bola na área, Neymar cruza por elevação e, aparecendo de surpresa nas costas da defesa, Sergi Roberto se joga para desviar para o gol. A bola morreu no fundo das redes de Trapp e o Barcelona chegava ao sonhado e impossível sexto gol.

O Camp Nou explodia e os jogadores vibravam muito. Aconteceu o que muitos não acreditavam e que parecia inacreditável. O Barcelona reverteu um 4 a 0 histórico, uma diferença que nunca havia sido revertida na história da Champions League. Era a incrível e milagrosa classificação do Barcelona.

Classificação milagrosa e a volta do melhor time do mundo

Depois de reverter um impossível 4 a 0 sofrido no jogo de ida, o Barcelona surpreendeu a todos com uma partida que entrou para a história da UEFA Champions League. Depois de muitas contestações sobre o time, sobre o fim de uma era, o Barça se reergueu e mostrou para todos que o melhor time do mundo ainda existe e está muito vivo.

Com o 6 a 1 diante do PSG o Barcelona cresce muito e ganha uma confiança enorme para o restante da competição. O time de Luis Enrique agora pode chegar com uma nova cara e muito mais confiança nas quartas de finais da Champions League.

A próxima partida do Barcelona na competição ainda não tem data, pois ainda faltam alguns jogos de volta acontecerem e depois ocorrerá o sorteio dos confrontos das quartas de finais. Mas o Barcelona volta a campo no próximo domingo (12), às 12h15, quando visita o Deportivo La Coruña no Estádio Riazor. Jogo válido pela 27ª rodada do Campeonato Espanhol.