De desacreditado a vitorioso: As 100 vitórias do Barça de Lucho

  Por Thiago Eugenio 

Todos sabem que jogar contra o Athletic de Bilbao no País Basco não é uma tarefa nada fácil. Tínhamos um grande objetivo que era ganhar do time basco logo na segunda rodada, pois são pontos que podem definir o andamento do título no final do Campeonato. 

Um jogo que ficou 1 a 0 mostrava a tamanha dificuldade que é, enfrentar o Athletic no San Mamés. Um jogo que poderia ter sido ampliado com um placar mais aberto para o time blaugrana, pois pecaram bastante nas finalizações, perdendo três ou quatro grandes chances de matar o jogo, que terminou com uma grande chance perdida de Suárez. 

Ter Stegen em uma nova fase, mostrou mais uma vez como será importante a sua participação ativa no elenco atual do Barcelona, agora como titular absoluto do Campeonato Espanhol. Ter Stegen, salvo um lance no primeiro tempo em que o alemão tocou a bola de forma errada, fazendo uma extraordinária defesa evitando que saísse um gol para o Athletic. A atuação do camisa 1 foi importantíssima nesta partida, chegando a tocar mais vezes na bola do que todos os jogadores do Barça, isso mostra como o time basco pressionou a saída de bola do Barcelona em todos os momentos da partida e de como Stegen teve que mostrar sua grande capacidade como goleiro no jogo. 

Também tivemos uma grande partida de Rakitic, não só por ter feito o gol, mas sim pelo o fato de ter ficado com maior liberdade para atacar, sempre confiante com as bolas nos pés, driblando e executando grandes armações que foram eficaz na partida. Porém, um grande destaque não pisou em campo. Não deu se quer um chute na bola pro gol, um passe e muito menos fez algum desarme. Porém, mesmo assim sua importância e influência foram essenciais em cada toque na bola. Luis Enrique chegou a marca de 100 vitórias no comando do Barcelona em 126 jogos disputados, chegando a apenas 13 derrotas e 13 empates. Nenhum outro treinador do Barcelona conseguiu chegar tão rápido nesta marca como o Lucho! Guardiola, mesmo com todo o sucesso no time, chegou a marca de 100 vitórias, porém com 139 partidas. 

É óbvio que os jogadores do clube tem participação direta nesta marca tão rápida alcançada pelo treinador blaugrana. Porém é menosprezado nesses 100 jogos a influência que o treinador teve pelo o time. Luis Enrique chegou ao clube desacreditado, pegando um elenco cansado e dizimado, após uma temporada desastrosa sob o comando de Tata Martino. Antes da sua chegada, o time estava sem idéias de jogo, uma bagunça depois de ter passados anos de glória com Guardiola e Tito. 

O começo do trabalho de Lucho deu-se início na criação do trio MSN, muitos não acreditavam que esse trio daria certo, até mesmo o eterno Cruyff questionou o trio, achando que não daria certo. Porém desde a temporada 14/15 mostra como foi um erro duvidar deste trio, e seria uma grande idiotice pensar que o Lucho não teria participação nisso. Logo no seu primeiro semestre como treinador oficial da equipe principal, começou a usar suas rotações que até então era grandemente questionadas e criticadas pelos torcedores, porém estas mesmas rotações mostraram como foi de extrema responsabilidade para fazer o time chegar inteiro e conquistar o tão desejado triplete. Na temporada passada, quando o elenco era curto não foi possível permitir tantas mudanças, com isso consequentemente o time sentiu a física e psicologicamente , teve uma fase não tão boa e acabou falhando na parte mais decisiva das duas competições, na La Liga perdendo 10 pontos de vantagem sobre o rival e na Champions sendo eliminado precocemente nas quartas de final. Isso mostra como foi importante e eficaz o quão é necessário são as rotações e de como o Lucho estava certo quando apostou nelas.

Também é visivelmente o trabalho do Lucho, entre eles o mais destacado talvez seja o Sergi Roberto, de desacreditado da base, vindo para o time principal com grande versatilidade e regularidade sendo hoje encaixado na lateral esquerda do Barça com a ausência de Dani Alves. Rakitic, nunca foi o substituto de Xavi porém Lucho fez com que o time jogasse de uma forma que o jogador pudesse ser eficaz no meio campo do time do Barcelona. O meio de campo pós era Xavi não se tornou um grande sofrimento graças ao trabalho do Lucho. Piqué, antes da chegada de Lucho vinha de uma temporada ruim, hoje recuperou sua melhor forma e está mostrando como é um dos melhores zagueiros do mundo. 

O mais recente é o caso de Arda, muitos torcedores ja duvidava que o mesmo seria bem-sucedido no time, hoje ele está aí com quatro jogos, três gols e três assistências nesta temporada. Sempre dirão que é baba treinar o Barcelona, com Iniesta, Busquets, Messi, Suárez e Neymar. Pois é, parece fácil amigo para nós que assistimos, mas só porque existe um grande treinador por trás fazendo este extraordinário trabalho para o desempenho do clube. 

Parabéns Lucho, pelas suas 100 vitórias oficiais com o time principal, que essa seja uma de muitas vitórias que ainda irão vim ao seu comando. Gracias!