Pedro se despede do Barça: "Obrigado por realizarem meus sonhos"




O ex-atacante do Barça se despediu em uma coletiva na Cidade Esportiva.

Acompanhado por sua família, seus companheiros e toda a comissão técnica do time principal do FC Barcelona, Pedro Rodríguez Ledesma se despediu do clube na manhã desta segunda-feira. Em coletiva, o atacante fez questão de agradecer a todos "por me tornarem parte deste grande clube e realizarem meu sonho". Pedro também demonstrou gratidão à direção da agremiação, "por entender minha decisão e respeitá-la", garantindo ainda ter sido "muito feliz por todos os momentos vividos e todos os títulos ganhados" com o Barça.


"Jogar neste clube era um sonho que tinha desde pequeno", afirmou. "Sempre me senti muito bem aqui (...) tentei aprender de todos os exemplos e as lendas que passaram pelo Barça. Isto me serviu para me formar como pessoa, para transmitir os valores desta entidade. Espero tê-lo feito da melhor maneira possível (...) Agora estou triste por deixar minha casa, mas contente por ter me esforçado ao máximo".


Pedro não esquecerá nunca do Barcelona. Foram mais de 300 jogos e 20 títulos pelo clube catalão. Ele revelou que o seu sonho era jogar pelo time culé, confira algumas frases do ex-camisa 7 do Barça:


 "Desde pequeno sempre sonhei em jogar no Barcelona. Quero agradecer a todos, a minha vida está aqui".

"A pior parte de deixar o Barça é me despedir dos meus amigos com quem joguei por tantos anos..." 

"Para mim, era difícil de ter continuidade no Barça e encontramos uma boa saída. Saio daqui triste, mas é uma boa oportunidade".

"Adorei os títulos, mas pessoalmente a última temporada foi a pior. Estava triste por não jogar." 

"Muitas dificuldades no Barça? Não, as pessoas aqui são maravilhosas, e os fãs sempre me apoiaram." 

"Eu preferia não voltar ao Camp Nou vestindo outra camisa. Seria estranho. Mas se o destino quiser..." 

"Cada jogador é diferente, mas aqueles que vêm da cantera são muito bons e lhes desejo muita sorte. Terão que trabalhar duro".

"Minha saída não foi uma questão de dinheiro, mas uma necessidade de minutos e continuidade".


"Eu dei o máximo de mim, e estou feliz nesse sentido. Obrigado mais uma vez por terem tornado o meu sonho realidade".