100 gols são para poucos!







Por JEAN MADRID 


2009 foi o ano em que o Barcelona levou tudo que disputou, seis títulos conquistados, jogando o mais fino futebol que o mundo já viu. Aquele time comandado pelo eterno capitão Carles Puyol, marcou uma geração tão vitoriosa, que até os dias de hoje, o esquadrão imortal de Pep Guardiola arranca suspiros de todos os culés mundo a fora.

E como todos já sabem, um bom time, depende da individualidade mesclada com o coletivo. Aquele time tinha, praticamente, todos os sistemas dentro de campo funcionando os 90 minutos da partida. Mas, é claro, que um desses sistemas se destacava. Qual? O ataque!

Messi, Eto’o e Henry, fizeram o que ninguém jamais imaginou que seria feito por um trio de ataque na história do futebol: chegaram à marca de 100 gols em apenas uma temporada. É realmente assustador pensar que três jogadores, por mais geniais e efetivos que sejam, somem juntos, assombrosos 100 gols. É coisa de outro mundo, é incontestavelmente, um feito que somente atacantes diferenciados conseguem realizar.

Atualmente, o Barcelona de Luis Enrique caminha para igualar, e superar esse recorde do trio de 2009. Ainda com a presença de Messi, atual ponta-direita, e agora com Suárez e Neymar, centroavante e ponta-esquerda respectivamente, o Barça se reinventou de uma forma gloriosa. O ataque catalão é o mais efetivo da Europa, e nesses tempos modernos, não há de ter um clube com um poder ofensivo tão acostumado as novas gerações como esse do Barcelona.

Cada partida é um show a parte de um dos três, ou de dois deles, ou dos três juntos, enfim, cada jogo, Messi, Suárez e Neymar, mostram um repertório totalmente inovador de dribles, jogadas e finalizações, jogando o fino futebol que faz lembrar os tempos vitoriosos da temporada 2008/2009. A equipe catalã caminha ferozmente em busca de repetir o feito que o trio catalão de seis anos atrás conseguiu realizar, conquistar, nada menos, que os seis títulos que disputará no ano.

O trio MSN, como é chamado pela imprensa, busca trazer de volta a Catalunha os tempos mais gloriosos de sua trajetória. 100 gols parece bobagem perto da efetividade que os três atacantes exercem dentro das quatro linhas. A meta não é mais o recorde de gols, mas sim, o recorde de títulos.

Atualmente o trio 'MSN' soma 97 gols, Messi fez 47, Neymar 31 e Suarez 19 gols.